Vai se apresentar em um palco 360? Saiba como se preparar!

Olá, querido Speaker! Tudo bem?

Você recebeu um convite para se apresentar em um palco 360 e ainda se sente confuso sobre como se comportar em um espaço desse tipo? Não se preocupe!

Mesmo que já existam há algum tempo, os palcos 360 ficaram, por muito tempo, restritos a certos contextos, como grandes shows musicais. No entanto, agora extrapolaram essas barreiras e passaram a ser usados em conferências, exposições e outros tipos de eventos dos mais diversos nichos e áreas.

O conteúdo sobre como se comportar em palcos desse tipo ainda é escasso no nosso país. Mas você chegou ao lugar certo: aqui, poderá conferir algumas especificidades de palcos 360 e, ainda, como se preparar para fazer uma apresentação incrível em um espaço desse tipo. Confira!

O que devo saber sobre os palcos 360?

Palcos 360, como o nome já diz, são pensados para abarcar um público que ocupa os 360 graus dos arredores do ambiente central. Ou seja, ao contrário dos palcos convencionais, que destinam apenas as laterais e a parte que se localiza em frente à atração principal, os palcos 360 estão literalmente cercados pelo público.

Essa diferença em relação a espaços mais tradicionais (os teatros, cinemas e afins) faz com que você, comunicador, tenha que pensar em alguns aspectos, como, por exemplo, o fato de que, independentemente de onde estiver, no palco 360, sempre dará as costas para parte do seu público.

Desse modo, pensar em como se locomover, em onde colocar slides (se decidir usá-los) e, até mesmo, no tipo de microfone que utilizará são passos importantes em sua preparação. Sem falar, ainda, na enorme necessidade de dedicar um tempo para conhecer o palco 360 com antecedência e, de preferência, praticar a sua apresentação nesse espaço.

Como se preparar para apresentações em palcos 360?

  1. Pense no seu posicionamento e em como irá se locomover

Antes de uma apresentação em público, é importantíssimo se preparar. Mesmo os maiores comunicadores da história (e que já tinham anos de experiência) contaram e contam que dedicam muitas horas de treinamento antes de um grande discurso.

Pois bem, em um palco 360 graus, onde há muitas novidades, esse preparo deve ser ainda maior. Durante as etapas prévias de planejamento, pense em como irá se locomover durante a sua fala e, ainda, em qual será o local onde permanecerá por mais tempo.

Lembre-se que, em cenários 360, é preciso utilizar um posicionamento bem específico, de modo que a atenção que você dá ao público seja minimamente equilibrada para todos os lugares.

  1. Saiba onde estará o seu público principal

No tópico anterior, falamos sobre a importância de equilibrar a atenção que você dará ao seu público, certo? Porque, no palco 360, você, comunicador, sempre estará de costas para um grupo de pessoas.

Manter esse equilíbrio é fundamental, como já dissemos anteriormente. Porém – e principalmente em algumas situações, como na apresentação de PITCHS para potenciais investidores –, haverá um público que, para suas intenções centrais, será o mais relevante.

Desse modo, procure se informar com antecedência sobre onde esse seu público-alvo principal estará e dedique uma atenção maior a ele, posicionando-se em um lugar favorável a essa comunicação, ok? Se você pular essa etapa de preparação, corre o risco de permanecer de costas para a sua audiência principal por mais tempo do que seria desejável.

  1. Decida onde colocar o monitor de retorno

A parte técnica também deve ser uma preocupação sua, seja qual for o tipo de palco. Deixar essa parte como responsabilidade apenas da produção é um risco. Por isso mesmo, esteja antenado em relação a certos aspectos.

Nos palcos 360 graus, a colocação do monitor de retorno deve estar no ranking das suas preocupações técnicas, já que isso interfere em toda a sua fala. Conte com a orientação de técnicos que entendem de palcos desse tipo, especialmente se você não tem tanta experiência no assunto.

  1. Verifique o alcance da luz e do som

Sim, temos outro tópico para falar sobre assuntos técnicos! Para a sua apresentação em um palco 360, é importantíssimo verificar se todo o palco recebe a mesma quantidade de luz, já que, se não houver um equilíbrio, a sua performance pode ser prejudicada, mesmo que o seu conteúdo for super inspirador.

Outro quesito importante é verificar se é possível usar microfonia com deslocamento. Como vimos até aqui, em palcos 360, os movimentos que você fará no palco e por onde irá se locomover são importantíssimos. Garanta que a microfonia esteja à altura de suas necessidades, ok?

  1. Trabalhe a sua expressão vocal e corporal

O fato de que, em um determinado momento, você estará de costas para parte do seu público demanda uma dedicação ainda maior quanto à dinâmica não-verbal. Pensando nisso, trabalhe bastante a sua expressão vocal e corporal.

Quanto à expressão vocal, a variação do tom de voz, a definição de qual será o seu ritmo de fala e o uso de pausas ativas são alguns dos itens que você precisa planejar. Já em relação à expressão corporal, seus gestos, sua postura e, como já dissemos algumas vezes ao longo deste artigo, seu posicionamento são essenciais.

  1. Pratique no próprio palco

Praticar sua fala antes de uma apresentação em público sempre é um requisito. Mas, quando se trata de um palco 360, não adianta apenas ensaiar a sua apresentação, é indispensável que esses ensaios sejam feitos no próprio palco. Apenas assim, praticando no palco 360, é que você poderá se acostumar com esse modelo e fazer os ajustes necessários antes do dia da apresentação.

 

A oratória é um conjunto de habilidades que mudam, se aperfeiçoam e se adaptam. Quando surge uma tendência nova, como a de usar palcos 360, nós, comunicadores, precisamos nos adaptar para estarmos sempre prontos e dar o nosso melhor.

Se precisar de ajuda para se preparar, fale com a nossa equipe de especialistas em comunicação! Te esperamos!

 

Clique para dar sua nota!
Avaliações: 0 - Avaliação média: 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *